Por que os vídeos interativos fazem toda diferença em publicidade on-line?

By 5 de setembro de 2016 Notícias No Comments

Pouco a pouco, anunciantes e agências de publicidade começam a descobrir a variedade de propostas interativas que enriquecem os vídeos publicitários e produzem melhores resultados em sua comunicação audiovisual online. Como todo novo formato, a adaptação ao uso dos vídeos interativos na publicidade é gradual; entretanto, é interessante observar a porcentagem de recompra: entender quantos planejadores ou brand managers decidem voltar a comprar estes formatos depois de uma primeira experiência é um termômetro do impacto que estas modalidades estão gerando no mercado.

O plus dos vídeos interativos

A maior aceitação que se observa remete, sem dúvidas, à diferença dos formatos tradicionais, já que os vídeos interativos contam com elementos distintos que chamam a atenção para a ação e enriquecem a experiência do usuário, facilitando assim a conversão. Por exemplo, se um anunciante lança uma campanha convidando seus usuários a seguirem-no nas redes sociais, através da interatividade é possível adicionar o elemento “like” do Facebook e desta forma se evita que os usuários tenham que entrar na rede social para “curtir”. Por fim, as possibilidades de que o façam, ao facilitá-los, aumentam.

Com um vídeo interativo o espectador vive uma experiência enriquecida e se realmente tiver gostado do que determinada marca propõe, pode usar o botão e seguir a marca no Facebook. Com um vídeo comum não se faz nada disso. Se o espectador realmente foi convencido pela marca para que se junte a suas redes sociais, este deve abrir uma página em seu navegador web, buscar o endereço Facebook.com, e lá procurar o perfil da marca e curtir. Todos estes passos extras que se pede ao espectador terminam gerando uma má conversão junto com uma péssima experiência.

A melhoria na conversão é evidente e em média se geram de 2 a 6 vezes melhores resultados do que se obteriam com a comunicação audiovisual online tradicional, porém é difícil determinar uma média do aumento nas vendas das marcas, já que existem muitíssimos tipos de interatividade, como por exemplo completar um formulário, ou começar a seguir uma marca nas redes sociais ou até comprar um produto diretamente de um vídeo. Cada uma destas ações requer diferentes níveis de compromisso por parte do usuário.

O impacto dos vídeos em mobile no Brasil
Hoje, mais de 114 milhões de pessoas usam a internet no Brasil. O acesso mobile no pais já representa 2 em cada 3 minutos, e os aplicativos mobile já correspondem a mais da metade do tempo digital gasto, segundo estudo do ComScore – o que demonstra a sua grande relevância no momento de planejamento de campanhas dos anunciantes, que devem considerar não somente o acesso via desktop.
Assim como a adoção dos vídeos interativos nos desktops se encontra em uma etapa inicial, na parte mobile, ainda é primário o despertar do vídeo interativo, mas tudo indica que terá um crescimento rápido e exponencial principalmente graças à facilidade na segmentação e aos melhores resultados que este novo formato oferece.

 

*Edgar Bezerra é Country Manager da Cinemad Brasil, com mais de 10 anos no mercado de marketing digital.

Fonte: Proxxima

Leave a Reply